O que é ERP?

O que é ERP

 

O que é ERP ?

Quando você busca por “ERP” na rede, a quantidade de informação que chega até você é imensa – sem falar um pouco confusa. Cada website parece ter a própria definição do termo, e cada uma pode variar muito com relação à outra. Essas diferenças, entretanto, demonstra a flexibilidade que pode transformar o ERP em uma poderosa ferramenta de negócio.

Para ter uma vasta compreensão de como as soluções ERP podem transformar o seu empreendimento, ter uma melhor ideia do real significado e como ele funciona, ajudaria o seu desenvolvimento. Aqui está uma pequena introdução do termo e o motivo de todo mundo estar comentando sobre ele.

ERP é um acrônimo para Enterprise Resource Planning, em português, Planejamento dos recursos da empresa, mas até o seu nome não explica de forma consistente o que este sistema realmente faz. Para isso, você precisa dar um passo para trás e pensar sobre os vários processos que são essenciais para desenvolver um negócio, incluindo inventário e a ordem de gestão, área de contas, recursos humanos, central de relacionamento ao consumidor e muitas outras. No nível mais básico, softwares ERP integram várias funções em um sistema completo para agilizar os processos e a informação de toda organização.

A característica central de todo sistema ERP é o banco de dados compartilhado que suporta múltiplas funções usadas por diferentes unidades de negócio. Na prática, isso significa que funcionários de diferentes departamentos – por exemplo, Financeiro e Vendas – podem utilizar a mesma informação para necessidades específicas.

O software de ERP oferece, também, alguns relatórios sincronizados e automatizados. Ao invés de forçar os funcionários a manter bancos de dados separados e planilhas que tem que ser unificadas para gerar relatórios, algumas soluções ERP permitem o quadro de funcionários a colocar informações em um único sistema.

Por exemplo, o fluxo de pedidos de vendas pode ir para o sistema financeiro sem nenhum reajuste manual. Assim, o departamento de gerenciamento de pedidos pode processar pedidos mais rapidamente e de forma precisa, e o departamento financeiro pode fechar os relatórios mais rápido. Outra característica comum do ERP inclui um portal ou um painel de controle para auxiliar os funcionários a entender, rapidamente, o desempenho e métricas do negócio.

 

História do ERP

 

O termo ERP foi desenvolvido em 1990 por Gatner, mas suas raízes datam da década de 60. Anteriormente, o conceito era aplicado para controle de registros, conciliação bancária e controle do setor de manufatura. Engenheiros de software criaram programas de monitoração de inventário e relatório de status.
Já na década de 70, esses programas evoluíram para o sistema MRP (Material Requirement Planning, conhecido como, Panejamento de Necessidades Materiais) para programar processos de produção.

Nos anos 80, MRP cresceu seu envolvimento para mais processos de manufatura, que foi chamado de MRP-II (Manufacturing Resource Planning, em português, Planejamento de Recursos de Manufatura).
Na próxima década, em 1990, esses sistemas tinham crescido além do controle de inventório e de outros processos operacionais para outras funções de backoffice, como no setor de contas e recursos humanos, evoluindo para o ERP que conhecemos hoje.

Atualmente, ERP tem expandido sua abrangência para Inteligência Empresarial (BI, Business Intelligence) enquanto, também, envolve funções de front-office, como automação de vendas (Sales Force Automation, SFA), automação da gestão de Marketing e e-commerce. Com esses avanços de produtos e casos bem sucedidos com o sistema, companhias de várias áreas industriais – de produção em massa até e-commerce – usam solução ERP.

Além disso, a letra “E” em ERP significa empresa, e grandes e médios empreendimentos estão, rapidamente, aderindo os sistemas ERP. Soluções de software como serviço (modelo de distribuição de software que funciona somente na internet e é usado na forma de serviço, conhecido como SaaS, Software-as-a-Service) – também utilizado como computação na nuvem – tem ajudado a alimentar esse crescimento.

Soluções com base na nuvem não só fazem um sistema ERP mais acessível, mas, também, facilitam a implementação e controle do sistema. Talvez, ainda de maior importância, a nuvem ERP permite relatórios de tempo real e inteligência empresariais, fazendo eles ainda mais valiosos para executivos e para o grupo de funcionários que estão procurando visibilidade no mercado.
Como resultado, empresas de todos os tamanhos e uma vasta quantidade de indústrias estão fazendo a transição para o sistema de ERP em nuvem. Quando você leva em consideração todos os benefícios desse sistema, é fácil perceber como ele se tornou tão popular e o motivo de um grande crescimento em um curto período de tempo.

 

O Valor de negócio do ERP

 

Como base, ERP ajuda funcionários a desenvolver seu trabalho de forma mais efetiva quebrando barreiras e conectando unidades de negócio. Mas especificamente, um sistema ERP:
• Permite a visão global e em tempo real do banco de dados que possibilita as companhias a resolver os problemas internos e gerar melhoras;
• Melhora a compatibilidade financeira com padrões de regulagem e redução de riscos;
• Automatiza as operações do negócio principal como atendimento de pedidos ou procedimento de pagamento;
• Permite o serviço ao consumidor providenciando uma fonte de cobrança e monitoramento de interações.
Quando você considera essas vantagens, o valor do ERP – principalmente o sistema de nuvem ERP – é inconfundível. Com uma solução ERP, funcionários tem acesso para verificar informações que permitem ajuda-los a tomar decisões mais facilmente. Não apenas isso, mas os softwares ERP ajudam a eliminar processos e sistemas redundantes, reduzindo, dramaticamente, os custos gerais do negócio.

 

Devo Implementar um ERP em minha empresa?

 

Implementar um Software de Gestão hoje é simplesmente fundamental para o sucesso do seu negócio. Isso porque um sistema de gestão integrado promove maior velocidade e assertividade nas decisões, e o sucesso do negócio esta justamente no fato de acertar mais do que errar. E também não podemos nos esquecer do clichê máximo do empreendedorismo: “tempo é dinheiro”.

A adoção de um sistema envolve a otimização dos processos da empresa, provendo maior conforte e valor para o cliente, para o funcionário e para os acionistas do negócio. Afinal, quantas horas do dia são consumidas apenas realizando processos básicos de organização e gestão administrativa no cotidiano?

A aposta é que o tempo é maior do que deveria. Provavelmente mensurar o número exato pode ser complexo. Mas se for parar para contabilizar um cálculo aproximado, percebe-se que se gasta mais tempo em atividades de baixo valor agregado, e muito pouco tempo em atividades de alto valor agregado. Pergunta: O que aconteceria com o negócio se invertêssemos esta alocação ?

Portanto, implementar um sistema integrado de gestão empresarial fará com que voce tenha mais tempo para atividades de maior valor agregado, ou seja, ter mais foco em atividades que elevem o resultado do negócio, gerando maior lucro e crescimento.

 

Vantagens de um Sistema ERP:

 

Além de otimizar, há a qualificação. Um Sistema ERP pode ser o braço direito que seu negócio tanto precisava. Ele possibilita inúmeras vantagens ao empresário, e dentre elas podemos citar:

 

Visão expandida de todos os setores

Para não correr o risco de acabar se atrapalhando em meio a um mar de números, dados, quantificações e relatórios de gestão são gerados pelo sistema para manter a ordem, e informar constantemente e em tempo real sobre todas as transações de entrada e saida de materiais e/ou serviços realizados. O Cruzamento de informações permite olhar estas transações com maior amplitude e profundidade, produzindo visões de alto valor nas tomadas de decisões.

Integrando todas as áreas da empresa

O sistema integrado ERP permite integrar as diferentes áreas da empresa, criando uma avenida única onde as informações irão percorrer, integrar e se disponibilizar a todos os departamentos que estejam conectados nesta avenida. Isso eliminarão os retrabalhos, as duplicidades de dados, as incoerencias entre as mesmas informações nos diversos departamentos, morosidade no acesso ou inacessibilidade a determinadas informações, provendo mais velocidade ao negócio, mais velocidade para estar a frente da concorrência, para ser caminhar rumo a liderança.

Segurança em operações diárias

Informações mais precisas, disponibilidade em tempo real, maior precisão e qualidade, são elementos fundamentais para que o gestor tenha segurança na condução e realização das operações diárias. Tendo informações sobre sua capacidade de atendimento, e da disponibilidade de caixa é possível o investimento em operações de forma mais segura.

Trazendo funcionários para o meio estratégico

Na medida em que ganha agilidade, e elimina os processos mais lentos e retrabalhos, é possível ir tirando o colaborador de tarefas mais operacionais de baixo valor agregado, levando-o para tarefas mais gerenciais, com enfoque mais estratégico, de altíssimo valor agregado. De outro, ao trazê-lo para um ambiente mais estratégico você estará elevando a motivação do colaborador, e esta motivação é um grande impulsionador para levar a empresa ao crescimento.

Acabando com o retrabalho

Quando você integra informações e processos departamentais num único banco de dados, automaticamente você elimina retrabalhos, e a eliminação destes retrabalhos produz aumento na produtividade dos funcionarios da empresa, e este aumento na produtividade significa fazer muito mais alocando o mesmo tempo.

Reduzindo custos, aumentando lucro

Como consequência do aumento na produtividade, isso significa fazer muito mais com menos recursos, e como recursos custa para empresa, ao utilizar menos recursos para a mesma produção, você estará reduzindo custos e aumentando o Lucro. Empresas enxutas e eficientes estão sempre mais preparadas para as mudanças de mercado,  e possuem mais agilidade para crescer.

Auxílio com relatórios ( Acesso mais rápido às informações )

Com o uso dos sistemas ERP você tem acesso em tempo real as informações transacionais da empresa, mais do que isso, permite cruzar dados de diferentes departamentos ou dimensões a qualquer tempo, de uma forma ágil, e flexível, com isso as decisões se tornam muito mais rápidas e muito mais assertivas. Como diz o velho ditado, se você conta com boa matéria prima, você poderá produzir produtos de maior qualidade.

 

Sistema que eleva a eficiência dos gestores

Além de ajudar a planejar, organizar, dirigir e controlar o seu negócio, um Sistema ERP pode contribuir para que a empresa caminhe rumo ao crescimento. Incorporando mais eficiência à organização, a tecnologia se coloca como grande aliado para que as empresas possam crescer de forma sustentável.

 

Fonte: http://www.netsuite.com/portal/resource/articles/erp/what-is-erp.shtml

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *