Como emitir Nota Fiscal?

nota fiscal eletrônica, emissão, emissor Nfe

nota fiscal eletrônica, emissão, emissor NfeA Nota Fiscal é o comprovante obrigatório emitido depois de uma transação comercial, ou seja, da compra e venda de produtos ou prestação de serviços.

Este documento identifica o fornecedor; as especificações sobre as mercadorias adquiridas, como marca, modelo, quantidade e preço, ou os serviços executados pela empresa.

Além disso, a Nota Fiscal assegura ao consumidor o direito à garantia sobre os produtos adquiridos e pode ser utilizado para recolhimentos de impostos e a falta de emissão de nota fiscal pode ser considerada sonegação fiscal.

Com base nos lançamentos das notas, os órgãos governamentais (Receita Federal, Fazenda Estadual e Fisco Municipal) fiscalizam e controlam o pagamento dos tributos, tais como Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) e Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

O modelo tradicional de Nota Fiscal vem sendo, gradativamente, substituído pela nota fiscal eletrônica. Este novo modelo de notas fiscais torna os procedimentos mais ágeis, além de reduzir custos com papel e impressão gráfica de talões.

 

Nota Fiscal Eletrônica

A Nota Fiscal Eletrônica é um documento digital, ou seja, a emissão e armazenamento são eletrônicos. A assinatura digital do emissor assegura a validade jurídica da Nota Fiscal Eletrônica, bem como o recebimento do documento, pelo Fisco, antes da realização do Fato Gerador.nota fiscal eletrônica, emissão, emissor Nfe

A NF-e é acompanhada do DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica), que acompanha mercadorias em trânsito e possibilita consultar os dados através da internet.

A Nota Fiscal Eletrônica substitui a nota fiscal modelo 1 ou 1A, ou seja, documento que registra transações comerciais entre pessoas jurídicas (exemplos: nota fiscal de entrada, operações de exportação e/ou importação, transações interestaduais ou remessa simples); e o modelo 4, que é a Nota Fiscal do Produtor.

Entretanto, a NF-e não pode ser usada para substituir outros documentos fiscais previstos na legislação, tais como o modelo 2 (Cupom Fiscal ou Nota Fiscal a Consumidor), que tem outros modelos digitais específicos.

nota fiscal eletrônica, emissão, emissor NfeAinda seguindo o lado digital, o modelo 2 pode ser substituído pela Nota Fiscal do Consumidor Eletrônico. A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônico é um documento emitido ao consumidor final, ou seja, a pessoas físicas ou empresas não contribuintes.

A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) foi criada para substituir a Declaração de Serviço. O documento serve de base para a cobrança do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

A NFS-e pode ser emitida após a conclusão do serviço. A empresa deve consultar a prefeitura para confirmar as regras e obter o código de acesso ao sistema.

Ou documento digital criado é o CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico), que substitui diversas notas referentes obrigatórias para o transporte de cargas.

 

O que fazer para emitir Nota Fiscal Eletrônica?

Em primeiro lugar, é necessário conferir se o regime de tributação da empresa permite a emissão de notas fiscais eletrônicas. Para isso, consulte, também, a legislação da Secretaria Estadual da Fazenda e da Receita Federal.nota fiscal eletrônica, emissão, emissor Nfe

Em seguida, obtenha o certificado digital junto à Autoridade Certificadora, registrada na Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileiras. A autenticidade da Nota Fiscal Eletrônica depende de assinatura eletrônica.

A empresa deve se cadastrar junto à Secretaria Estadual da Fazenda. Enquanto a empresa não estiver totalmente pronta para emitir a Nota Fiscal Eletrônica, no ato de credenciamento constará a informação “em homologação”.

As notas eletrônicas somente serão enviadas à Secretaria Estadual da Fazenda quando a empresa avançar o status para “em produção”, ou seja, a partir daí está habilitada para encaminhar oficialmente os documentos ao Fisco.

nota fiscal eletrônica, emissão, emissor NfeOs governos estaduais oferecem sistemas gratuitos para emissão de notas fiscais eletrônicas, porém, para empresas que emitem um grande volume de documentos o ideal é investir em software de última geração para emitir notas fiscais e outros documentos eletronicamente.

O mercado dispõe de vários modelos a preços que cabem no orçamento da empresa. As plataformas são seguras e garantem mais agilidade nos procedimentos.  Certifique-se apenas sobre as exigências da Receita Federal, Fazenda Estadual e Municipal.

As soluções ERP AOKI  possuem um Emissor Nfe  com  tecnologia Mastersaf e TecnoSpeed para tratamento da Nota Fiscal Eletrônica (NFe), o que propicia ao cliente total segurança operacional neste processo, além de garantir a armazenagem do arquivo XML da Nota Fiscal pelo período legal de 5 anos, como rege a legislação.

 

Gostou desse post? Compartilhe e leia outros artigos em nosso blog!

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *